Quando uma pessoa vai procurar o seu serviço e se dirige ao seu escritório, o primeiro impacto, positivo ou negativo, é a imagem do local. A organização e decoração do ambiente funcionam como um verdadeiro cartão de visitas e, por isso, é necessário ter atenção na hora de planejar o espaço. Além de funcional, ele precisa ser agradável aos olhos do cliente, sem contar que deve permitir que as pessoas mantenham tudo organizado e se sintam bem trabalhando.

Ao projetar espaços coorporativos devemos consultar as normas que legislam sobre o assunto.

Após escolher o local do escritório, primeiro passo é pensar nas necessidades principais

Após escolher o local do escritório, primeiro passo é pensar nas necessidades principais

Dicas para planejar o seu escritório

1 – “Briefing”

Definir o “briefing” é essencial para um bom planejamento. É preciso decidir o número de pessoas que trabalharão no espaço, se você vai receber clientes dentro da sala ou em local especial, o tipo de trabalho que será executado e o mobiliário e equipamentos necessários para que ele possa ser feito. Só depois disso é que é possível definir o layout.

Também é super importante saber quanto você pode investir na execução desse projeto, pois vai ajudar as especificações propostas pelo profissional que estiver lhe acompanhando.

2 – Cuidado com o piso

Ao mesmo tempo em que o piso deve ser bonito e agradável, precisa ser fácil de limpar e evitar ruídos. Isso é ainda mais importante em escritórios grandes, nos quais muitas pessoas têm acesso à sala e ao mesmo tempo, precisam de silêncio para se concentrar.
Uma boa opção são os pisos elevados. A principal vantagem desse recurso é a facilidade na mudança de layout e dos pontos elétricos, mas se o seu escritório é pequeno o custo beneficio não compensa.

Para escritórios menores o piso deve ser especificado de acordo com o tempo disponível de reforma e a atividade a ser desenvolvida, por exemplo se for um consultório médico deve seguir as exigências da Vigilância Sanitária, já um escritório de advogados não tem essas limitações.

3 – Iluminação

Aproveite ao máximo a iluminação natural. Além de uma atitude ecológica é econômica, pois garante menor gasto de energia. Janelas, paredes de vidros e até coberturas de vidros podem ser colocadas em locais estratégicos para melhorar a iluminação do seu escritório. Uma boa dica, sempre que possível, posicione sua mesa de trabalho próximo às janelas.

O uso do led também é muito útil para escritórios ou quando possível iluminação natural zenital.

A iluminação sobre a mesa é super útil, ajuda a concentrar luminosidade na área mais necessária.

A iluminação sobre a mesa é super útil, ajuda a concentrar luminosidade na área mais necessária.

A iluminação pode ser linear e focada sobre a mesa de trabalho. Para esses casos o LED é a melhor opção.

A iluminação pode ser linear e focada sobre a mesa de trabalho. Para esses casos o LED é a melhor opção.

Ainda seguindo a dica da iluminação não esqueça de listar o equipamentos fundamentais, isso vai definir as tomadas necessárias, pois o seu escritório não vai ficar bonito com um monte de extensões ou canaletas pelos pisos ou paredes, já pensou que desagradável?

Em tempos de pouca bateria nos celulares, essa tomada para USB facilita muito.

Em tempos de pouca bateria nos celulares, essa tomada para USB facilita muito.

4 – Tenha cuidado ao escolher os móveis

A primeira coisa a pensar é que eles devem ser confortáveis e ergonômicos. As mesas precisam ser adequadas ao uso de computadores, com local para teclado e monitor. As cadeiras precisam ter braço e encosto ajustáveis.

Muitas fábricas oferecem design e ergonomia em um só produto.

Muitas fábricas oferecem design e ergonomia em um só produto.

Não se esqueça de ter também local para arquivar documentos. De preferência, eles devem ficar próximos à mesa, para facilitar o trabalho. Ao mesmo tempo, não podem atrapalhar na circulação das pessoas.
Lembre-se também de caprichar na cadeira na qual o cliente vai sentar e, caso haja sala de espera, de oferecer poltronas confortáveis no local.

5 – Materiais dos quais os móveis são feitos

O material ajuda a compor o ambiente e até a passar um pouco da identidade do escritório para o cliente, o que faz com que a escolha dele seja muito importante. A madeira, por exemplo, é um material quente que passa a imagem de sobriedade. Para o cliente, ela transmite confiança e estabilidade, o que faz com que seja o melhor material para mesas de reuniões ou de atendimento ao cliente. Mesas com tampo em vidro deixam o ambiente mais leve, mas tem o inconveniente das pernas ficarem a mostra.

Linda e elegante, a mesa em vidro se destaca, mas principalmente para as mulheres a transparência pode ser inconveniente.

Linda e elegante, a mesa em vidro se destaca, mas principalmente para as mulheres pode ser inconveniente.

6 – Cores e decoração

A cor diz muito sobre a empresa e a imagem que ela quer passar. A escolha das cores deve coordenar com a logomarca da empresa.
• Cores primárias como vermelho azul, amarelo remetem a jovialidade e dinamismo.
• Cores claras e neutras passam sobriedade e elegância.
• Cores escuras como preto, cinza, marrom passam a ideia de austeridade e sofisticação.

Sempre que possível contrate um profissional para desenvolver seus projetos. Veja alguns escritórios   que escolhemos para você.

Já pensou trabalhar em um escritório que tem espaço para relaxar?

Já pensou trabalhar em um escritório que tem espaço para relaxar?

É possível usar materiais alternativos para criar o conceito do projeto

É possível usar materiais alternativos para criar o conceito do projeto

A estantes ajudam a criar espaço para organização.

A estantes ajudam a criar espaço para organização.

Não esqueça de decorar as paredes, elas também merecem atenção nesse tipo de projeto.

Não esqueça de decorar as paredes, elas também merecem atenção nesse tipo de projeto.

Gostou das dicas? Então compartilhe esse post com seus amigos!