Quando pensei em escrever este post sobre esculturas para ambientes internos ou externos, seja para áreas residenciais, comerciais, jardins ou qualquer outro ambiente, ou mesmo um projeto arquitetônico tratado como se fosse uma escultura, lembrei também das grandes esculturas em parques e as esculturas em materiais alternativos e reciclados.
Na Pré-História, as esculturas são pequenos objetos de arte, como a Vênus de Willendorf. Foi então que me lembrei das imagens das esculturas de Vênus de Milo, David, O Pensador, os Totens da Ilha de Pascoa, os Doze Profetas de Aleijadinho e as Cariátides.

Vênus de Willendorf.

Vênus de Willendorf

As estatuetas de Vénus são uma série de estatuetas pré-históricas de mulheres, que compartilham certas características. Essas estatuetas já foram encontradas da Europa Oriental até à Sibéria e foram feitas em pedras moles, como esteatite, calcita ou calcário, ossos ou marfim, ou ainda criadas em argila e depois aquecidas. Algumas delas são os objetos de cerâmica mais antigos de que se tem conhecimento.

Vênus de Milo. (Foto: arquivo pessoal)

Vênus de Milo

Embora seja desconhecida, a autoria da escultura da Vênus de Milo, é atribuída a Alexandros de Antioquia. Como não possui data é possível que seja do século II a.C. Esculpida em mármore, possui 2.02cm.

Davi

Davi

A escultura de David ou Davi de Michelangelo, do Período Renascentista, é uma estátua em mármore que mede 5,17m datada de 1501-1504. Existindo diversas cópias, inclusive uma copia no Brasil, localizada na área externa do Instituto Ricardo Brennand, em Recife – Pernambuco.

O Pensador (Foto: arquivo pessoal)

O Pensador

O Pensador, de Auguste Rodin, representa um homem meditando. Escultura em bronze, medindo 1,86cm, esta localizada no Museu Rodin, em Paris. Existindo diversas cópias, inclusive uma copia no Brasil, localizada na área externa do Instituto Ricardo Brennand, em Recife – Pernambuco.

As Caryatides

As Caryatides

As Cariátides, são esculturas que servem de pilar ou coluna, foram usados em vários templos na Grécia do século V a.C. Até os dias atuais elas são utilizadas.

Os totens da Ilha de Páscoa

Os totens da Ilha de Páscoa

Os totens, esculturas gigantes de pedra da Ilha de Pascoa-Chile, chamadas de Moai, com cabeças que ostentam “pukaos” – cilindros de pedra vermelha, possivelmente representam um tipo de “penteado” utilizado por algumas tribos (cabelos amarrados com um nó no alto da cabeça). Em sua maioria, medem entre 4,5 a 6 metros de comprimento e pesam entre 1 a 27 toneladas. A maior delas, entretanto, tem mais de 20 metros de altura, elas foram construídas por volta de 1200 d.C. a 1500 d.C. atribuídas ao povo Rapanui.

Um dos doze profetas

Um dos doze profetas

Escultura de Oséias, que faz parte do conjunto dos 12 (doze) profetas: Isaías, Jeremias, Baruc, Ezequiel, Daniel, Joel, Abdias, Amós, Jona, Habacuques, Nahum.

Santuário do Bom Jesus de Matosinhos

Santuário do Bom Jesus de Matosinhos

Os Doze Profetas de Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho, são esculturas em pedra sabão, datadas de 1794-1804. Estão no Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, fazendo parte de um conjunto arquitetônico e paisagístico formado por uma igreja, um adro adornado com doze estátuas de profetas em pedra-sabão e seis capelas anexas, localizados no município de Congonhas – Minas Gerais. A igreja é um importante exemplar da arquitetura colonial brasileira.

A parte 2 do post sobre escultura, irei falar sobre a diversidade das esculturas. Aguardem!