onsiderado o Caribe brasileiro, o Estado do Alagoas é banhado por um mar na cor verde esmeralda, algo hipnotizante.

img_0953

Vista da parte alta de São Miguel do Milagres. Fonte: Acervo pessoal.

img_1042

Jangadas, passeio obrigatório para chegar até as piscinas naturais.. Fonte: Tatiana Lote

foto-da-praia-do-toque-em-sao-miguel-dos-milagres-al-credito-da-foto-ricardo-junior-fotografiascombr-2c16

O belo mar na cor verde esmeralda. Fonte: GuiaviagensBrasil.com

Tive a oportunidade de ir para um casamento em São Miguel dos Milagres, um lugar paradisíaco. O município está na rota das Festas de Réveillon mais procuradas do Brasil, o famoso Réveillon dos Milagres.

92f13c_c11beb4d73ee479b8554e67390d3a3f0mv2_d_2048_1356_s_2

Vibe da passagem de ano em Milagres. Fonte :Réveillon dos Milagres.

milagres

“Eu acredito em Milagres”. Fonte: Réveillon dos Milagres.

É um lugar simples, pacato e com pouco mais de sete mil habitantes (em baixa temporada).

A 34 quilômetros de distância encontramos Maragogi, onde a atração principal é a visita aos arrecifes de coral, com uma grande diversidade de fauna e flora. O interessante é que quando a maré está baixa os arrecifes se tornam piscinas naturais maravilhosas, fomos na área das Galés.

Essa área é propícia para fazer mergulho com snorkel ou cilindro. É uma atração bem de turista. Agora, se você quiser algo mais relaxante, é melhor procurar hotéis estruturados à beira da praia e ficar só de bubuia. Uma dica: Vale a pena fazer uma parada na hora do almoço nas cidades próximas como Japaratinga, onde há restaurantes com pratos de frutos do mar deliciosos.

img_0976

Travessia de balsa para ir até Maragogi. Fonte: Tatiana Lote.

salinas-maragogi-resort16

Piscinas naturais de Maragogi. Fonte: Pinterest.

img_1032

Onde Ficar:

Existem várias pousadas, as mais procuradas são: a Pousada do Patacho, Angá, Villas do Paru, Pousada do Toque e Patacho. Fiquem atentos, pois algumas pousadas não aceitam crianças.

Onde Comer:

Nas pousadas existem restaurantes tanto para atender os hospedes quanto os visitantes. O importante é reservar, pois como existem poucos restaurantes a procura é boa.

Dica

Não se esqueça de levar as sapatilhas de neoprene, elas são bem úteis, pois lá há muitos corais que podem acabar machucando os pés.

Curta mais algumas fotos desse lugar rústico, porém cheio de belezas únicas.

img_5261

Praia do Marceneiro. Fonte: Acervo pessoal.

img_5577

Praia do Gunga em Maceió, nosso próximo post. Fonte: Acervo pessoal.

img_1061

Gostaram? Até o próximo post.